Weby shortcut

Apresentação

Atualizado em 03/01/19 15:28.

Vista aérea do espaço físico da Regional Catalão

A Universidade Federal de Goiás (UFG) foi criada pela Lei nº 3834-C de dezembro de 1960 e reestruturada pelo decreto nº 63.817, de 16 de dezembro de 1968, com sede no Campus Samambaia, Goiânia - Go, inscrita no CGC do Ministério da Fazenda sob o nº 0156701/0001-43.  O curso regular de Física na Universidade Federal de Goiás foi oferecido pela primeira vez em novembro de 1963, com a criação do então chamado Instituto de Matemática e Física (IMF). O curso foi reconhecido pelo Decreto nº 65784 de 15 de dezembro de 1969. Mais recentemente, em 1996, este curso passou a ser de responsabilidade do Instituto de Física (IF), criado a partir do desmembramento do Instituto de Matemática e Física.

 

Desde o início de seu funcionamento, no IMF, foi oferecida aos alunos uma sólida formação em física clássica e em física moderna, habilitando-os tanto ao prosseguimento de uma carreira científica como ao exercício da atividade educacional em suas múltiplas facetas. Em todos esses anos, o curso de Física do IF passou por inúmeras modificações curriculares, sempre no sentido de aprimorar o ensino e formar profissionais qualificados e críticos para atuarem na sociedade, quer como pesquisadores, quer como educadores.

Em 2006, em razão do programa de expansão e interiorização das universidades federais brasileiras, processo este promovido pelo Ministério da Educação (MEC), o Campus Catalão da Universidade Federal de Goiás foi contemplado com a criação de novos cursos, entre os quais o curso de Física, com diretrizes similares a do curso de Física do IF-UFG, que segue uma proposta político pedagógica sensível às mudanças ocorridas no mundo, onde se impõe uma necessidade de formação de recursos humanos na área de Física, voltada à interdisciplinaridade e um crescente interesse pela licenciatura em Física.

Esta proposta procura, portanto, estar em consonância com a evolução do ensino e da pesquisa em Física, com as novas abordagens metodológicas, com as novas exigências de qualificação impostas aos egressos e, também, atender às novas legislações sobre a matéria.

Dentro da proposta de criação do Curso de Física em Catalão, em razão da carência da região de licenciados, foi definido que o perfil do egresso é dentro da Licenciatura (físico educador), com ênfase em uma formação centrada nos conteúdos de Física, mas com um caráter acentuadamente pedagógico: o conteúdo é importante, mas a prática do ensino e a formação pedagógica são fundamentais para o novo físico educador. São reservados, também, 4,2% da carga horária total do curso para as disciplinas interdisciplinares.

 

O curso de Licenciatura em Física foi implantado a partir de agosto de 2006, preferencialmente no turno noturno, e tem como motivação principal oferecer uma oportunidade a mais para que o estudante-trabalhador possa seguir um curso superior em uma universidade pública e de qualidade.

Fonte: PPC do Curso de Física / UFG-CAC